Brincadeiras e jogos tradicionais


Brincar é, não só uma necessidade, mas sobretudo um direito da criança. Os jogos tradicionais são uma das mais espontâneas formas e expressão da alma de um povo.
APP Mundo da Diversão.
Brincadeiras fora de casa diretamente no Smartphone. QR Code:

qr code
Ou clique AQUI!
Baixe na Google Play Store.
  • Jogo do Rapa

     

    O Rapa pode ser jogado por duas ou por mais crianças em qualquer lugar.

    Para se jogar ao Rapa é necessário um pião em madeira de quatro faces (mais ou menos quadradas, com um bico em cone e uma ponta superior, cilíndrica, para ser rodopiada com um movimento de rotação dos dedos polegar e indicador) e um punhado de feijões, pedras, moedas ou o que se quiser.

    As regras do jogo são simples. Cada uma das faces do pião está pintada com uma de 4 letras: T, D, P, R. Para começar, cada um dos jogadores coloca em jogo um feijão. E, à vez, cada um vai rodando o dado. O T é de Tira e o jogador tira um feijão. O D é de Deixa e tudo fica igual. O P é de Põe e o jogador deve colocar no meio mais um feijão. O R, claro, é de Rapa e o jogador rapa o jogo, ou seja, recolhe tudo (o mais apetecível).

    No início de cada jogada, os jogadores devem sortear ou "cantar" a ordem de jogar. O primeiro será o "primas", o segundo o "xigas" e o terceiro o "restas". Se houver mais de três jogadores, será atribuída a ordem numérica, ou seja, quarto, quinto, sexto, etc.

     

    Dizem os historiadores que este é um jogo com origem judaica.

    O "Jogo do Rapa" é um jogo muito popular em Portugal, sendo jogado quase sempre por crianças, tantos rapazes como raparigas, principalmente durante o tempo da escola primária.

    Atualmente é um jogo muito popular entre os politicos de Portugal e do Brasil em que estes jogam com um pião viciado de modo a sair sempre o R.

    Ler mais »
  • Jogo das cadeiras

     

    Jogo das Cadeiras

    N.º de Crianças: No mínimo, quatro crianças.

    Material: Cadeiras e equipamento para música.

    Normas: As cadeiras são em número inferior ao número de jogadores e quando

    termina a música, todos procuram uma cadeira para se sentar, sendo que quem

    ficar sem cadeira é eliminado.

    Descrição do jogo:

    No meio de um recinto, colocam-se as cadeiras, em número inferior ao dos

    jogadores.

    Quando começa a música, todos circulam em volta das cadeiras e quando esta

    termina, as crianças procuram ocupar uma cadeira rapidamente.

    A criança que ficar sem cadeira, é eliminada e antes de iniciar novamente a

    música, retira-se outra cadeira, de maneira a que esteja sempre menos uma

    cadeira, relativamente ao número de crianças.

    Ler mais »
  • Barra do lenço

     

    BARRA DO LENÇO

    O que precisas

    Lenço de pano

    Como se joga

    Um jogador faz de júri e é quem segura o lenço a meio do campo. Os outros dividem-se em duas equipas

    As equipas, em segredo, dão um número a cada jogador. Se as equipas não tiverem igual número de elementos, a mesma pessoa pode ficar com dois números

    O júri fica no meio a segurar o lenço e as equipas frente a frente, separadas pela mesma distância

    Com o lenço na mão e de braço no ar, o júri vai chamando os vários números, dizendo "barra ao número..."

    Os jogadores chamados correm e tentam ficar com o lenço sem serem tocados pelo adversário

    Se fugirem para a sua barra (espaço da equipa) ganham 1 ponto, se conseguirem chegar à dos adversários, são 2

    Quando um jogador é tocado com o lenço, o ponto vai para a equipa adversária

    Se retirar o lenço sem tocar no corpo do adversário, pontua para a sua equipa

    Se dois jogadores demorarem muito tempo para tirar o lenço, o júri pode chamar outro número para ajudar - "ajuda ao número..."

    Ganha o jogo a equipa que primeiro fizer 20 pontos, ou podem decidir um tempo para o jogo terminar

     

    Fogo - Todos os jogadores tentam tirar o lenço

    Água - Ninguém se mexe. Avançar até ao lenço sem serem vistos

    Barra à panela - De cócoras, com as mãos em arco na cabeça

    Barra à caranguejo - Andar de costas

    Barra à Bebé - Pezinho a pezinho

     

    Ler mais »
  • Corrida Três Pernas

    Corrida Três Pernas

     N.º de Crianças: No mínimo, quatro crianças. 

    Material: Cordas.

    Normas: Os jogadores percorrem, dois a dois, o percurso com os pés atados,

    vencendo a equipa que terminar primeiro o percurso.

     

    Descrição do jogo:

    O jogo inicia com a formação de equipas de dois elementos.

    Depois, dentro de cada equipa, os elementos são atados, ligando o pé de um

    jogador ao pé do outro, de modo a que fiquem com três pés, para percorrer o

    percurso.

     

    Ao sinal de partida, todas as equipas iniciam o percurso, vencendo aquela que

    finalizar primeiro.

    Ler mais »
  • Malha ou chinquilho

    Malha ou chinquilho

    Jogo famoso em Portugal entre adultos e crianças

    N.º de Crianças: No mínimo, duas equipas com dois elementos cada.

    Material: Quatro malhas de madeira, ferro ou pedra (duas para cada equipa) e

    dois pinos (paus redondos que se equilibrem na vertical).

    Normas: Os jogadores têm que tentar derrubar os pinos ou ficar o mais perto

    possível deles.

    A malha é sempre lançada apenas com uma mão.

    Descrição do jogo:

    Num terreno liso e plano, são colocados os pinos na mesma direcção, com cerca

    de 15/18 metros de distância entre si (distância menor para crianças).

    Cada equipa encontra-se atrás de um dos pinos. Joga primeiro um elemento de

    uma equipa e depois um elemento da outra, e assim sucessivamente, sendo

    objectivo do jogo derrubar ou colocar a malha o mais perto do pino onde está a

    outra equipa.

    A pontuação é atribuída, como a seguir se descreve: 6 pontos por cada derrube e

    3 pontos para a malha que fique mais perto do pino, vencendo a equipa que

    primeiro atingir 30 pontos.

    Uma partida pode ser composta por três jogos, sendo que para vencer, a equipa

    terá de ganhar pelo menos dois.

     

    Ler mais »
RSS